O que é o MapBiomas?

  • O que é o MapBiomas?
    expand_more

    O projeto MapBiomas é uma iniciativa do Observatório do Clima, co-criada e desenvolvida por uma rede multi-institucional envolvendo universidades, ONGs e empresas de tecnologia com o propósito de mapear anualmente a cobertura e uso da terra do Brasil e monitorar as mudanças do território.

  • Quem produz os mapas do MapBiomas?
    expand_more

    O MapBiomas envolve pesquisadores e especialistas em sensoriamento remoto, ciência da computação e dos biomas e dos principais usos da terra do país. Esta equipe trabalha em seus escritórios e laboratórios espalhados por várias cidades brasileiras incluindo Belém, Recife, Florianópolis, São Paulo, Brasília, Goiânia, Feira de Santana e Porto Alegre. Todo o trabalho é feito utilizando computação em nuvem através da plataforma Google Earth Engine.

  • Qual a diferença entre as coleções do MapBiomas?
    expand_more

    Foram produzidas sete coleções de mapas do MapBiomas desde o início do projeto em julho de 2015.


    As coleções representam alterações nos períodos de abrangência dos mapas anuais, mudanças na legenda ou correções em relação a versão anterior.


    Foram setes coleções de dados publicadas:

    • Coleção 1 – publicada em abril de 2016,  com legenda simplificada contendo 7 classes e cobrindo o período de 2008-2015

    • Coleção 2 – publicada em abril de 2017, com 13 classes de legenda cobrindo o período de 2000-2016
      • Coleção 2.3, publicada em janeiro de 2018, com melhorias a partir de aplicação de random forest.

    • Coleção 3 – publicada em agosto de 2018, com 19 classes de legenda cobrindo o período de 1985 – 2017
      • Coleção 3.1, publicada em abril de 2019, com melhorias na classificação

    • Coleção 4 - publicada em agosto de 2019, com 19 classes de legenda cobrindo o período de 1985 – 2018
      • Coleção 4.1., publicada em março de 2020, com melhorias da classificação

    • Coleção 5 - publicada em agosto de 2020, com 21 classes de legenda cobrindo o período de 1985 – 2019

    • Coleção 6 - publicada em agosto de 2021, com 25 classes de legenda cobrindo o período de 1985 - 2020

    • Coleção 7 - publicada em agosto de 2022, com 27 classes de legenda cobrindo o período de 1985 - 2021

    Em todas as coleções do MapBiomas, a série histórica é totalmente revisada.

  • Como faço para baixar os mapas do MapBiomas?
    expand_more

    Os mapas podem ser baixados diretamente na plataforma e através do link: http://brasil.mapbiomas.org/downloads. Também é possível baixar os dados diretamente do Google Earth Engine quando se necessita de recortes territoriais ou temporais específicos. No Google Earth Engine é possível também acessar todos os dados do Mosaico Landsat e os mapas de transição. Para obter os IDs das coleções do MapBiomas no Google Earth Engine acesse: Códigos e Ferramentas.

  • Por que os arquivos baixados tem várias camadas de dados?
    expand_more

    Cada camada representa um ano da série. Por exemplo na Coleção 2.3 a camada 0 = 2000 e a camada 17 = 2016. Também é possível baixar os dados diretamente do Google Earth Engine quando se necessita de recortes territoriais ou temporais específicos.

  • Por que os mapas são apresentados somente em formato raster?
    expand_more

    Mapas de cobertura e uso da terra feitos na escala do MapBiomas (pixel de 30m) e série temporal longa são impraticáveis em formato vetorial. Todo o processamento do projeto é feito em formato raster, pixel a pixel.

  • Posso baixar os dados em formato Shapefile?
    expand_more

    Não tem esta possibilidade na plataforma MapBiomas. A vetorização dos mapas é extremamente custosa e pouco prática para todo o território. A solução recomendada caso queira trabalhar com vetor é baixar o dado, realizar o recorte territorial e espacial de interesse e em seguida fazer a vetorização usando seu software favorito.

  • Os dados do MapBiomas são públicos?
    expand_more

    Sim, os dados do MapBiomas são públicos e gratuitos para uso não comercial ou com fins de interesse público.

  • É possível trabalhar com os dados do MapBiomas na nuvem, sem ter que baixá-los?
    expand_more

    Sim, as coleções do MapBiomas estão disponíveis como assets na plataforma Google Earth Engine e podem ser acessados, processados e analisados diretamente na plataforma sem necessidade de baixar os dados. Estão disponíveis 3 coleções de dados principais: > mapas anuais de cobertura e uso da terra no Brasil entre 1985 a 2021 > mapas de transição para períodos selecionados entre 1985 a 2021 > mosaicos de imagens Landsat para cada ano da série entre 1985 a 2021. Para obter os IDs das coleções do MapBiomas no Google Earth Engine acesse: Códigos e Ferramentas

  • Como faço para citar os dados do MapBiomas?
    expand_more

    Os dados do MapBiomas são públicos e gratuitos mediante a simples referência da fonte observando o seguinte formato:"Projeto MapBiomas – Coleção [versão] da Série Anual de Mapas de Cobertura e Uso da Terra do Brasil, acessado em [data] através do link: [LINK]"

    Ou  acesse aqui o artigo científico: Souza at. al. (2020) - Reconstructing Three Decades of Land Use and Land Cover Changes in Brazilian Biomes with Landsat Archive and Earth Engine - Remote Sensing, Volume 12, Issue 17, 10.3390/rs12172735

    A descrição completa do projeto encontra-se em http://brasil.mapbiomas.org"

  • Como faço para acessar os dados do MapBiomas no Google Earth Engine?
    expand_more

    É preciso ter uma conta no Google Earth Engine (GEE), o que pode ser feito através do seguinte link: https://earthengine.google.com. Ao acessar o Code Editor do GEE (https://code.earthengine.google.com) você poderá iniciar scripts para visualizar e processar dados. No link abaixo da plataforma do MapBiomas você encontra exemplos de Scripts para acessar os dados do MapBiomas no Google Earth Engine. Códigos e Ferramentas.

  • Onde encontro a descrição detalhada da legenda?
    expand_more

    A descrição detalhada da legenda incluindo a correlação com as classes do IBGE, FAO e IPCC estão disponíveis para download em: Downloads.

  • Posso baixar os dados tabulares de estatísticas de cobertura e uso da terra? Para quais recortes territoriais?
    expand_more

    Sim, as estatísticas de cobertura e uso da terra, bem como das matrizes de transição para todo o país e com recortes por bioma, estado e município estão disponíveis para download em: Estatísticas.

  • Baixei os mapas de uma coleção do MapBiomas, como saber o significado de cada código de legenda?
    expand_more

    O arquivo com os códigos de legenda pode ser acessado no seguinte link: Códigos de Legenda.

  • Como fazer para baixar os mapas de um estado ou município?
    expand_more

    Na plataforma do MapBiomas os mapas são disponibilizados prontos para baixar com recorte de Biomas. Para o recorte de estados e municípios os mapas podem ser gerados no Google Earth Engine acessando script disponível no link abaixo. Você deve selecionar o estado e município e os anos de interesse e colocar para salvar em sua pasta no Google Drive. https://mapbiomas.org/ferramentas

  • Como é feito o cálculo de áreas do Mapas em formato raster do MapBiomas?
    expand_more

    O Landsat tem uma resolução média de 30m, por isso é comum associar a área de um pixel a 900 m². Mas, como os dados originais do Mapbiomas são criados seguindo a representação padrão GEE (Lat/Long e WGS84), nativamente não se utiliza de uma projeção equivalente (equal area). Assim, a distância do alvo até a linha do equador influencia o tamanho do pixel. Portanto, na escala continental do Brasil, deve-se evitar o cálculo contando os pixels e multiplicando por 900 m². No MapBiomas, aplicamos dois métodos para cálculo de área:

    (i) Quando realizado fora do Google Earth Engine, reprojetamos o dado Mapbiomas para o sistema UTM e calculamos o valor métrico do pixel central, localizado na intersecção entre a carta 1:250.000 (padrão IBGE) e área de interesse. Em seguida, contabilizamos todos os pixels dentro da área de interesse e multiplicamos pelo valor de referência, em m², do pixel central anteriormente calculado. Este método foi aplicado por exemplo, em toda estatística das Coleções 2 e 2.3.

    (ii) Quando o cálculo é realizado dentro do Google Earth Engine, aplicamos a função ee.Image.pixelArea() que gera uma imagem na qual o valor de cada pixel é a área desse pixel em metros quadrados, levando em consideração eventuais distorções cartográficas. Este método foi aplicado a partir da Coleção 3.

  • Por que as áreas dos estados e municípios não bate precisamente com as áreas do IBGE?
    expand_more

    Esta diferença ocorre porque o cálculo de área no MapBiomas é feito a partir da soma das áreas de cada pixel. Os pixels de borda são distribuídos entre as áreas fronteiriças. Em geral, a diferença das áreas é menor do que 0,2%, em casos de municípios menores pode chegar a 0,5%.

  • Quais mapas foram utilizadas como referência para o mapeamento?
    expand_more

    Você pode acessar a descrição de todos os mapas de referência utilizados pelo MapBiomas em: Mapas de Referência.

  • Como saber estatísticas de vários municípios ou vários recortes territoriais de forma agrupada?
    expand_more

    Crie uma conta na Plataforma MapBiomas através do link: http://mapbiomas.org/users/sign_in. Ao logar, aparece a opção MEUS MAPAS. Você poderá criar seu mapa acrescentando diferentes recortes territoriais. Neste módulo as estatísticas são todas agrupadas para o mapa criado.