Lançamos a Coleção 6 (1985-2020)

MapBiomas Indonésia, a primeira iniciativa fora da América do Sul

Especialistas do país asiático foram treinados por equipe brasileira do MapBiomas para lançamento da plataforma de mapeamento de uso da terra

A Indonésia vai ter agora a sua própria plataforma de mapeamento de cobertura e uso da terra. A Coleção 1 do MapBiomas Indonésia é a primeira iniciativa fora da América do Sul a utilizar os métodos da rede colaborativa MapBiomas. Os analistas indonésios foram treinados por especialistas do Brasil. O resultado é fruto do trabalho em conjunto Sul-Sul sobre algoritmos de classificação com imagens capturadas por satélites Landsat da NASA para detectar alterações na cobertura da terra durante o período de 2000 até 2019.

Segundo Timer Manurung, coordenador do MapBiomas Indonésia, o resultado mais importante é o esforço colaborativo e a transparência que a plataforma oferece. “A colaboração indica até que ponto podemos encorajar esforços complementares, e a transparência significa que a tomada de decisões relevantes por parte do governo e partes interessadas, como concessões, podem ser contestadas por esse tipo de dados”, comenta. 

O MapBiomas Indonésia inclui 10 classes diferentes de cobertura e uso da terra - desde a mineração e plantio de palma até a floresta natural. Segundo Timer, “esta é a primeira plataforma que, ao mesmo tempo, mostra muitas classes de ocupação da terra na mesma plataforma e também mostra a dinâmica da cobertura da terra”.  No evento de lançamento, transmitido direto da Indonésia na quarta-feira (10), Tasso Azevedo, coordenador geral do MapBiomas, afirmou que cada iniciativa do MapBiomas está em uma fase diferente de desenvolvimento e enfatizou que se trata de "um processo de construção". "Todos os anos teremos algo de novo em cada região". E finalizou: "Dou as boas vindas ao momento excepcional que estamos vivendo com o lançamento da Coleção 1 do MapBiomas Indonésia".

>> Acesse o MapBiomas Indonésia

Conforme os resultados já apresentados, a Indonésia perdeu 12.885.851 milhões de hectares de floresta, sendo que 60,4% desta área converteu-se em agricultura. Os dados contam uma história de perda natural de floresta, substituída por milhões de hectares de agricultura, plantações de palma para óleo e madeira para celulose. Estudos anteriores já o demonstraram, mas os dados MapBiomas Indonésia mostram de forma mais detalhada essa transformação e também acompanham a propagação de áreas urbanas e agrícolas. “Para a população, a plataforma cumprirá seu papel de maneira significativa, ao gerar mais transparência na cobertura e uso da terra. Já para o governo, a plataforma ajuda de forma significativa para um melhor planejamento do desenvolvimento”, conclui Timer.